Image Map

02/01/2018

Quando o relógio do tempo para



Eu tenho uma saudade sua que ninguém sabe, saudade minha, saudade grande, saudade que se faz presente desde que você se foi. E não teve Adeus. Mas você deu tchau e sorriu. Despediu - se de mim com aquele gesto e eu senti profundamente que você estava indo, com medo, mas sabia que tudo ia ficar bem. E eu aceitei, porque sabia que você ficaria melhor. E no amor, se é verdadeiro, a gente age assim. Independente do tipo de amor que seja, se você ama, quer ver o outro bem.

Se eu soubesse que o nosso tempo era tão curto, eu teria feito muitas coisas diferentes e creio eu que você não teria me magoado tanto. Mas é por esse é outros motivos que nós nunca sabemos quanto tempo temos, caso soubéssemos, não erraríamos e assim não seria possível ter o sentimento e orgulho e arrependimento pelo o que fizemos... ou deixamos de fazer. 

Se não fosse por você e pela sua breve estada na minha vida, hoje eu não seria a pessoa intensa e sem papas na língua que sou. Ao ver você partir tão cedo, eu compreendi que o relógio da vida não tem hora certa para parar. E que quando ele para, não há como consertar para que ele volte a funcionar. Ele cessa sorrisos, abraços, palavras... E se você fez,ok. O que não fez por medo do que os outros iam achar, por medo de sofrer, por medo...

Não tem mais jeito. Acabou!

E eu sei que eu vou sentir sua falta enquanto o meu relógio ainda funcionar e, que eu nunca vou esquecer de tudo o que você fez questão de me ensinar a tudo o que me ensinou sem nem ao menos saber. Eu entendo que eu assimilei tudo muito bem e que eu compreendi cada capítulo que eu assisti e vivi. 

Sei que foi sua hora, como vai ser a de todos nós um dia. Mas isso não me priva da saudade, do pranto e do coração apertado que eu fico de vez em quando. Isso nunca vai passar, mas a cada dia eu vou me acostumando um pouquinho mais.

Você, que lê o que eu escrevo, vou te deixar um recado: Viva! Com seu jeito único, bobo e anormal. Ame quem você quiser amar e não deixe que te imponham limites nisso. O sentimento é seu, você sabe o que fazer  com ele. E outra coisa, faça o que quiser fazer enquanto ainda tem tempo. 

Como comentei acima, todos sabemos que ele acaba e que no fim, entendemos que ele é pouco demais, mas é o suficiente para você viver e fazer acontecer. 

Eu sei que acaba, você também. Mas não importe quanto tempo passe, você nunca vai saber perder alguém. 

Então, vai logo viver!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por ler o post, espero que tenha gostado. Deixe o link do seu blog para retribuir a visita.Venha mais vezes por aqui, vai ser um prazer ter você como leitor(a).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


Sonhos na bolsa © 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayná Soares.
Desenvolvido por:
imagem-logo