Image Map

06/10/2016

Por que é errado dizer que pessoas são substituíveis




Você acha que pessoas são substituíveis? Acha que o fato de você digerir bem um término, entender que a pessoa não faz mais parte da sua vida a torna então um ser substituível, que é só colocar uma nova pessoa no lugar que a imagem da outra deixava de existir? Não, não é assim. Você não substitui ninguém, você supera a ausência daquela pessoa. Coisas que são completamente diferentes e que muitas pessoas tratam como se levassem a mesma significação, coisa que não é.


O momento mais comum de nossas vidas que nos leva a crer que podemos substituir alguém, é quando terminamos um namoro. Quando chegamos naquela fase de completo entendimento e amadurecimento da situação ocorrida, vejo que alguns cometem o deslize de dizer:

“Ah,mas fulano é substituível!”

Ops! Se você tivesse usado a palavrinha que eu acho que nem existe mas que serve bem para explicar isso, você teria acertado em cheia. Superável! Pessoas são superáveis. É possível qualquer um levar numa boa um fim de relacionamento, de amizade, qualquer tipo de afastamento com alguém ou com algo.

Imagina comigo:

Você tem um vaso de flores,  que por descuido esbarrou nele, o jogou no chão e acabou quebrando. Logo, você fica chateada, com receio do que a pessoa dona do vaso vai falar, algum tipo de sentimento relacionado a inconformidade irá surgir em você. Só que você começa a perceber como está estranha a mesa de centro da sua sala sem aquele vaso lá. Então o que você vai fazer? Vai comprar um que seja o mais semelhante possível, ou caso queira também, o mais diferente possível para não lembrar  do seu antigo.

Coloca-o no lugar do outro. Aparentemente você substituiu aquele vaso, certo? Porém pensa comigo: você teve que assimilar que aquele vaso já era! Havia se quebrado e não tinha mais jeito, como então você poderia solucionar o problema? Comprando outro e, foi o que você fez. Só que mesmo comprando outro você ainda se questionava algumas vezes de como o outro combinava melhor e que foi uma pena ele ter se quebrado.  Mas que poderia ajeitar algumas coisas para que esse atual combinasse mais com a sua sala.

Você com esse tipo de raciocínio  fica o tempo todo recordando do vaso, de como ele era mais harmonioso com o resto da decoração... logo, pode-se perceber que você apesar de ter comprado outro, não conseguiu substituir o que tinha se quebrado, uma vez que, mesmo sendo mais novo, moderno e bonito, ainda sim lhe incomodava o fato de não ser o outro. E você sabia que igual aquele não haveria.

Mas compreendamos também, que você entendeu o que aconteceu e percebeu que não tinha outro jeito, apenas servia comprar outro mesmo. E que era possível com alguns ajustes, fazer com que o novo vaso também tivesse a sua beleza realçada.

Percebeu como mesmo usando o exemplo do vaso, temos a noção de que nada, nenhum objeto ou pessoa podem ser substituíveis? “ Trocar” alguém não é substituir, entendendo que trocar significa colocar outro no lugar, mas não significa não sentir falta ou então esquecer que o outro existiu. Dessa forma, nada pode ser substituído, mas que podemos sim, ajeitar os móveis (nossa vida) para que o novo vaso de flor ( a nova pessoa) tenha a sua presença em nossa vida, tão intensa como deve ser, sem que sejamos atormentados o tempo todo por um passado.

Veja só como uma palavra pode se tornar tão generalizada mesmo sem ninguém sequer olhar a fundo o que ela realmente significa e assim então, perceber que ela não exerce a função que pensamos exercer, que estamos nos expressando de maneira errada.

Deixe sua opinião! Comente aí embaixo.

Fiquem com Deus e até mais!

6 comentários:

  1. Achei seu texto muito bonito, diz muitas verdades. Gostei muito quando diz que pessoas não são substituíveis, o que acontece é que superamos a ausência delas...Muito bonito! Parabéns pelo post.

    Beijos
    Fran
    Achei e Rabisquei

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fran!

      Fico feliz que tenha gostado, muito obrigada pela sua vista. Venha sempre por aqui!

      Beijos!

      Excluir
  2. Concordo, muito bom texto, obrigada por partilhar!
    Feliz dia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, muito obrigada! Sou em quem agradeço pela sua vista.

      Venha sempre por aqui!

      Excluir

Obrigada por ler o post, espero que tenha gostado. Deixe o link do seu blog para retribuir a visita.Venha mais vezes por aqui, vai ser um prazer ter você como leitor(a).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


Sonhos na bolsa © 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayná Soares.
Desenvolvido por:
imagem-logo