Image Map

27/07/2016

5 Fatos que determinam um relacioamento abusivo.


Oi gente,tudo bem?

Hoje eu não vou fazer textos, mas falarei de um assunto sério e que me deixa realmente irritada quando eu vejo isso acontecer. Você já deve ter vivido, vive ou já presenciou um casal que distorce a ideia de amor e vive constantemente uma coisa bem chata e destrutiva: o relacionamento abusivo. Muitas pessoas têm esse monstrinho do abuso na rotina e nem percebem. Pois bem, eu vim colocar na mesa, ou melhor, na tela do seu computador, celular e afins, a minha ideia e opinião sobre o assunto. No fim de cada fato destacado, uma mensagem de auto ajuda. Não são os únicos fatos que descrevem um relacionamento desse tipo, todavia, eu escolhi os que mais são aparentes e comuns.

Confira o post e passe a diferenciar relacionamento de abuso.



1. Você não tem mais opinião.



“Deixa que eu decido por nós dois.”

“Eu sei o que é melhor para você.”

“Vamos assistir àquele filme por que sempre escolhe coisas ruins.”

“ Não usa essa saia, está parecendo uma qualquer.”

“Distribua menos sorrisos, você é social demais.”

Você já foi alvo de algumas dessas palavras ou já ouviu essas palavras ou semelhantes, serem ditas para alguém? Com certeza sim, talvez tenha escutado até coisas piores. Mas também deve ter achado primata demais alguém em pleno o século XXI e com bom funcionamento das suas faculdades mentais dizer algo do tipo para a companheira. Bem, deve ter percebido algo nessas frases também: uma pessoa querendo abertamente decidir as coisas pelo outro, julgando ser o maioral que sabe de tudo. Olha aí! Estamos na primeira característica que eu resolvi destacar aqui sobre o relacionamento abusivo.

Nesse fato citado, a pessoa(autoritária) da relação se julga apta para decidir pelos dois e ao mesmo tempo deixa estampado a ideia de que desmerece o outro e tem absoluta certeza de que a outra pessoa não passa de um ser desprovido de capacidade única para raciocinar. Agora você aí do outro lado me esclarece uma coisa: quem te desmerece, merece estar ao seu lado?

Bom, eu acho que não. Na minha humilde e verdadeira opinião quem faz você parecer menor, não merece ficar no topo da sua vida. Ame a si mesmo antes de oferecer seu amor para alguém. E nunca deixe de ter voz, só por que alguém tem medo da autoridade e da altura com a qual você falará. Saber pensar por si mesma é uma dádiva. E ninguém é feliz deixando o próprio cérebro descansando e usando o cérebro de outra pessoa para pensar. Sua vida, suas decisões.

2. Manipulação




“ Você está imaginando coisas! Vai acabar ficando louca assim.”

“ Eu não queria te trair, eu estava bêbado. Prometo que  não acontecerá novamente.”
(E a mesma cena se repete por todos os fins de semana que virão no período que estiverem juntos).

“Não sai com seus amigos não, fica comigo. Sei que sou muito melhor companhia do que eles.”
(Mas a pessoa sempre tem suas rotinas individuais e nunca deixa de fazer nada, mesmo que saiba que haverá um jantar na casa da sua família e era indispensável a presença dela).

“Eu não fiz nada disso! Você está inventando coisas.”

“ Meu amor, as coisas não foram assim. Você ficou alterada por causa do ciúmes e começou a criar coisas.”
(Consegue distorcer a situação completamente, colando toda a culpa em você e fazendo com que você pense que realmente exagerou).

Ah, que lindo! A pobre coitada da pessoa não faz nada, não é? É você quem faz questão de imaginar tudo, só para provocar aquela briga. Para! Acorda para a vida. Não precisa de óculos novos não! Você está vendo as coisas perfeitamente bem, não caia nesse joguinho porque é justamente isso que a outra pessoa quer: que você passe por louca e ela de vítima.

Muitas vezes no relacionamento abusivo uma das partes falta com o respeito diariamente, mas quando questionado, vira todo o jogo e faz com que a vítima passe a ser a culpada. Mas é importante que você mantenha sempre seus olhos abertos. Caso isso aconteça com você saiba que não é normal. Quem te ama de verdade e está disposto a se relacionar com você de uma forma saudável e que queira o seu bem, nunca de maneira alguma, fará o tipo:  a culpa é minha e eu coloco ela em quem eu quiser. Relacione-se com alguém  maduro e saudável psicologicamente o suficiente, para admitir e reaver seus próprios erros. Relacionamento sem respeito nem deveria ser relacionamento, e sim um caso sério de problema que faz mal à saúde.

Caso as coisas aconteçam e mesmo que você saiba que a culpa não é sua, mas depois de tudo o que a outra pessoa disse, faz parecer com que seja assim, cuidado! Manipulação não é uma coisa comum de gente que quer o bem. Sai dessa furada enquanto há tempo. Só não caia na loucura de achar que isso é amor.

3. Abuso

 
. Empurrões, “brincadeiras” maldosas, xingamentos, ofensas, apertões principalmente no braço querendo impor autoridade e causar medo.

. Palavras de baixo calão, forçar o sexo, querer transar como e quando a pessoa quiser sem respeitar a vontade do outro.

.  Falar que você não pode viver sem ele e afirmar que você é pouco, não vale nada e que ele faz praticamente uma caridade ficando com você.

. Julga sempre o que você diz e te chama de coisas como: burra, idiota, fracassada, etc. Palavras que te menosprezam e destroem sua autoestima.

. Tem a certeza de que você vale menos do que uma nota 1 real.

. Te encurrala contra a parede e te dá sinais de que por mais que você tente, nunca poderá se livrar dele.

. Deixa você em um lugar deserto depois de uma briga apenas para te mostrar quem é que manda, e que caso você não dance conforme a música, a prejudicada será você.

. Afasta você de todos que você gosta para que não tenha nenhum tipo de contato com elas. Preste atenção a esse fato! Quem afasta você de quem você ama e que te amam de volta, está querendo dizer que é mais seguro você ficar apenas com ela do que com as outras pessoas que sempre te fizeram bem. Mas há apenas um motivo nisso: não quer que ninguém tenha a oportunidade de “abrir seus olhos” e também tem o intuito de fazer com que você, depois de uma briga ou coisa do tipo, veja que não há para onde ir. E que sua única saída é permanecer ao lado dela...sofrendo.

Abusos não são apenas o físicos, os que deixam marcas visíveis.

Significado conforme o dicionário: uso incorreto ou ilegítimo;excesso.
. uso excessivo ou imoderado de poderes.

Ou seja, abuso é qualquer ato “fora do comum”, aquelas coisas que são “demais”. Sem limites. E isso vale também para o abuso psicológico, esse que não deixa marcas visíveis no corpo, ninguém poderá ver. Mas que deixa marcas profundas na alma e que quem as tem, sempre poderá ver e senti-las. Quando éramos crianças nossas mães nos diziam para nos educar: a sua liberdade termina aonde a do outro começa. E isso é uma coisa que podemos levar como ensinamento para os relacionamentos. Não é por que uma pessoa está com você que ela passa a ser propriedade sua, então, a liberdade de uma das partes do casal termina quando a da outra pessoa começa.

Relacionamento não é guerra e você não precisa demonstrar sua força para exigir respeito. Talvez o abuso dentre todas as outras características seja uma das que mais são aparentes e uma das que mais me causam nojo quando eu presencio. É desprezível o ser que pensa ter autonomia sobre o outro e transforma coisas comuns entre um casal em verdadeiros traumas, como o sexo por exemplo.

Não se deixe sofrer nenhum tipo de “pressão.” Você não precisa e nem deve, nunca, fazer o que não quer fazer.

 4. Virar prisioneira


Imagine esse diálogo:

- Você não vai sair, não vamos à essa festa eu já disse!

- Mas se você não quer ir tudo bem, eu vou sozinha, ou melhor com minha amigas.

- Não diga besteiras e muito menos me deixe irritado, você sabe bem como eu fico quando estou irritado.

Ela se sente uma formiguinha perto do elefante. Bem, ela sabe bem como ele fica quando está irritado e ela não quer ter que usar da ira dele para se calar.

- Tudo bem, nós não vamos. Eu já entendi, direi a minha amigas que estou doente e ficaremos em casa.

Ele sorri, vitorioso. Bem, para quem gosta de caçar, até que você é uma presa fácil.

Agora, conte-me. Quantas vezes você já teve o desprazer de ver um casal discutindo algo parecido com a situação citada acima? A pessoa não pode sair se o outro não for e caso contrarie deverá ser “castigada”. Com certeza você já ouviu uma discussão como essa, ou até mesmo, já foi uma personagem de uma discussão assim.

Se você se relaciona com alguém que pensa que tem o total direito sobre você, mais uma vez o alerta: cuidado! Não é anormal você estar namorando e sair com suas amigas e seu namorado sair com os amigos deles, ambas as situações sem vocês estarem juntos. É saudável, não fora da lei. Por favor, vamos esclarecer as coisas. Muitas mulheres pensam que é carinho, proteção, que ele faz por que te ama. Gente, acorda! Ter cuidado com a pessoa é uma coisa, agora, você ter que pedir permissão para ir ao supermercado, para visitar sua amiga ou até mesmo um ente querido? Isso não é cuidado, é uma vontade de aprisionar a outra pessoa sem dizer claramente que está fazendo isso. E muitas tolas, caem nesse papinho.

5. Excessos


 (lustração: Helô D'Angelo)

“ Tudo que é demais cansa!”

Sábia a pessoa que disse isso. Tudo o que é demais não apenas cansa, como é doentio. Vamos lá. Pessoas que repetem o mesmo ato, seja limpeza, correção da fechadura, o fechar de uma garrafa, todos esses atos e outros são características de pessoas que sofrem de uma doença chamada TOC. Ou seja, a repetição de ações determinam uma doença, e por que um ser humano ser repetitivo e excessivo com as coisas não seria também algo semelhante a uma doença?

Excesso de ciúmes, por exemplo é uma doença. Porém, muitas pessoas quando num relacionamento se deparam com algo desse tipo, chegam até a achar “fofinho.” E pronto! Se encurralam sem perceber que estão fazendo isso. A pessoa quer saber com quem você fala, com que roupa vai sair, quem estará no lugar aonde você irá, quer que você passe perto daquele colega de faculdade e o ignore, não sorria para os outros, converse apenas com ela, enfim, você precisa ser dela e não mais sua.

Pessoas, espero que saibam que ninguém é de ninguém. Somos seres livres que escolhemos ao decorrer da vida, dividirmos nossos momentos com outro alguém e, as coisas não devem ser eternas caso não deem mais. Não deixe que sua vida se torne apenas um objeto de brinquedo da outra pessoa que mesmo não percebendo, está sofrendo de algum tipo de distúrbio psicológico que o faz ser assim. Excessos não são saudáveis, lembre-se disso.

Bom, estar em um relacionamento abusivo é basicamente estar preso na vida de outra pessoa e sem direito a liberdade. Você deixa de ser você e se torna uma marionete na vida do outro que faz o que bem quer com você. Creio que seus pais não te educaram para sofrer esses tipos de coisas, esses abusos, maus tratos, ofensas, agressões. Acredito fielmente que você usar essas blusas de manga compridas para esconder as marcas roxas em seus braços, já não adiantam de muita coisa.

Não deixe que as coisas cheguem ao ponto de você perguntar a si mesma de quem é a imagem que vê no espelho. Seus olhos merecem luz não lágrimas. Seus ouvidos merecem ouvir palavras bonitas e seu corpo merece agir de acordo com o que você quer, não com o que os outros querem.

Relacione-se com alguém que queria você como companhia, não como objeto de barganha. Sabe, se você está passando por esse tipo de situação eu te digo uma coisa: quando ele disser que você não vale nada, veja bem a pessoa que lhe diz isso. Sei que você pode muito bem formar uma opinião verdadeira e real sobre isso. Você vai ver, que ainda é capaz de pensar por si mesma e que suas opiniões são valiosas, talvez não na vida de alguém, mas sim na sua. Vai perceber que quem não vale nada, é quem diz isso para você.

Fiquem com essa última imagem e reflitam sobre ela.



Deixem seus comentários. Mais amor próprio, por favor.

Fiquem com Deus e até mais!

2 comentários:

  1. Adorei esse post, nunca entrei em um blog e vi alguém tratando desse assunto. Eu tenho certeza de que vai ajudar muita gente <3
    Parabéns pelo blog, já estou seguindo para poder acompanhar as novidades

    www.papomoleca.com.br

    ResponderExcluir
  2. Esse post merece ser lido por todos!
    Ótimos assuntos abordados!
    O mundo está precisando de amor, e principalmente o amor próprio.
    Beijos <3

    www.verifiqueapagina.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada por ler o post, espero que tenha gostado. Deixe o link do seu blog para retribuir a visita.Venha mais vezes por aqui, vai ser um prazer ter você como leitor(a).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


Sonhos na bolsa © 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayná Soares.
Desenvolvido por:
imagem-logo