Image Map

29/06/2016

Você viu em mim amor, quando eu já não queria mais amar.



Foi da forma mais simples que poderia ter sido. Eu já tinha até perdido as esperanças de encontrar alguém que me fizesse sentir como tantos casais que eu conheço afirmam sentir.  Não é que eu estivesse descrente, mas minhas experiências anteriores foram muito fracassadas e eu me fechei para qualquer coisa relacionada ao amor e, não obtive nada mais do que infelicidade fazendo isso. Eu estava confortavelmente bem, mergulhando cada vez para mais longe desse sentimento.

26/06/2016

Precisamos conversar.

Eu sei o que eu disse, o que eu te pedi e o que eu prometi. Não estou sofrendo de nenhum lapso de memória ou coisa do tipo. Está perfeitamente nítido na minha mente as palavras que saíram da minha boca e, pelo visto você também as guardou bem. Nós fizemos um acordo: eu te deixava por um tempo e você se tornaria nesse intervalo, a melhor pessoa que você pudesse. Cumprimos com o combinado e hoje estamos aqui para essa conversa decisiva.

23/06/2016

Sim! Nós somos apenas amigos.



Olham para nós e dizem:

-Devem ser um casal!

Olho para eles e penso:

“Bem que eu queria que fôssemos.”

Você olha e diz:

-Eles são loucos!

Nossa incompatibilidade me impressiona. Nunca concordamos em nada e ao  mesmo tempo nos entendemos em tudo, se contássemos para os outros das nossas conversas, acredite meu amor, eles não teriam mais vontade e nem coragem de ficar perto de nós. Essa sua loucura parece que encontrou morada na minha e decidiu ficar sem nem perguntar se havia vaga. Eu apenas aceitei, em mais um gesto impulsivo, como de costume. Você pareceu gostar do meu jeito de fazer as coisas sem pensar, já que você por mais louquinho que fosse ainda sim, pensava antes de fazer algumas coisas.

20/06/2016

É complicado, mas é a nossa história.




-É um amor que não vai dar em nada.

Você disse. Infelizmente lembro bem.

Eu lutei por nós mas do que eu deveria, aguentaria e poderia. Fui contra todos, contra o tempo, a probabilidade e o destino. Só não contava com a hipótese do alvo principal, no caso você, ir contra  nós. Aí não teve jeito. Não tive o que dizer, fazer, explicar e mostrar que você não devia agir assim.

18/06/2016

Unha da semana: película com pedras



Oi Gente, tudo bem?

No último post sobre unhas misturinha com película de onça eu comentei que havia recebido umas películas com pedras da Dani Películas e que traria para vocês as novidades que ela estava vendendo. O esmalte que eu usei foi o Azul Marinho- Cremoso da Bellia e como base para as películas eu usei o Areia Preta, também da Bellia. Antes de aplicar qualquer esmalte eu usei o Fortalecedor da XdaCor, para dar aquela força nas unhas e impedir que elas quebrem com tanta facilidade.

Confira abaixo o resultado final e as imagens com os esmaltes que eu citei.

15/06/2016

Quem saiu perdendo, mesmo?



Percebeu só agora que perdeu a vez. A chance passou e não foi só uma, foram duas, três, cinco, dez... se ela não tivesse acordado estaria te dando chances até agora. Você a conhecia tão bem, sabia como aquele coração era movido. Ela nunca te pediu ou exigiu que você a concedesse o mundo, tudo o que ela sempre quis foi ficar um pouco com você, ela não queria ocupar muito espaço, te deu liberdade, lealdade, força e amor. Ela te amou, seu imbecil! Como ela sempre afirmou que nunca amaria: plenamente.

12/06/2016

Você amou quem pensou que eu fosse, não quem eu era.



Eu lembrarei sempre de você, não que eu ainda te ame, mas é que preciso me lembrar como você era para saber perfeitamente bem o que não procurar em outro alguém. Você virou o exemplo que eu não quero encontrar em ninguém, me mantenho longe de pessoas que possam ter os traços semelhantes aos seus, timbre parecido e as mesmas piadas idiotas, que ninguém achava graça, apenas eu. Tenho medo de que eles se pareçam em mais coisas com você, tipo, a sua personalidade que tanto me assombrou no tempo em que fomos um casal.

10/06/2016

Misturinha com película de onça


Oi, como vai? Eu vou muito bem, obrigada. Espero que esteja tudo bacana por aí!

Quando a querida da Dani lá da Dani Películas me enviou novas películas eu logo surtei. Deixei que ela mandasse pelo gosto dela, e mais uma vez não me arrependi. Ela tem trago cada vez mais novidades, como por exemplo lindas películas com pedras que é uma coisa que eu estou vendo que tá fazendo a cabeça da mulherada. Logo, logo postarei para vocês unhas com algumas películas desse estilo que recebi dela. Já postei aqui no blog uma assim, caso não tenha visto é só acessar Possessão rosa com pedras 

 Veja os detalhes logo abaixo:

08/06/2016

Você já se perdoou alguma vez?



Todo mundo tem um passado, meio óbvio eu dizer isso, mas é uma boa introdução para o que quero, realmente, te dizer. Por vezes eu tentei de todas as formas possíveis seguir em frente, digo e repito: de todas as formas possíveis. Intensifique essa parte o máximo que puder. E eu percebia que tinha sempre algo, uma coisa que eu não sabia o que era que me fazia volta e meia, retornar para o mesmo ponto inicial. Era frustrante não saber lidar com aquilo e passei a acreditar que reviver o passado havia se tornado a minha rotina. Mas ainda bem que percebi que não.

06/06/2016

Encontrinho de beleza em Belo Horizonte


Olá! Como estão? Em parceria com outras empresas, em Maio participei de um encontrinho voltado para mulheres, com tudo que nós adoramos: roupas, lingerie, maquiagem, tudo regado a um delicioso coquetel e cobertura fotográfica, música e boas conversas e vários descontos. O evento foi uma iniciativa da Loja Santa Clô  que abriu as portas há pouco tempo e resolveu unir o útil ao agradável, realizando sua inauguração neste lindo evento.  A Santa Clô é uma loja online, porém agora também tem espaço físico aqui em BH. 

Vim compartilhar com vocês um pouco do que rolou por lá! Querem ver?! Acompanhem!

03/06/2016

Você perdeu o seu lugar na minha vida.



Já havia se tornado costume você ser meu de segunda a quinta e de sexta a domingo você ser do mundo. Despedia-se na quarta à noite e seguia seu caminho, a dois passos da porta da minha casa já pegava o telefone e combinava tudo com seus amigos. Ainda tinha o descaramento de antes de entrar no carro me mandar um beijo. Você tinha muita culpa em toda essa situação, mas reconheço que se tudo chegou a esse ponto, a esse descaso, foi porque desde o início eu permiti que me trata-se como quisesse, como a que você faria a caridade de estar durante três dias da semana, passado esses dias, você tinha o direito de se libertar e procurar nas festas da vida o que realmente te deixasse feliz.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


Sonhos na bolsa © 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayná Soares.
Desenvolvido por:
imagem-logo