Image Map

15/04/2016

Não queria despedidas, mas queria ir



Chega como quem quer satisfação de tudo o que eu faço, deixou o final feliz ser um final mas não feliz, e sim triste e comemorativo por ter tido um fim esse amor que eu cultivei sozinha. Tô cansada, sabe? Estou agora estou do outro lado, esse lado que você assumiu durante todos esses anos, o invisível e que não quer mover mais uma palha pra voltar a ser como antes, não quero esse passado no meu presente e nem em cima dele construir um futuro, ou melhor, destruir nosso futuro.

 Estava como sempre matando a saudade daquelas amigas que estão longe, pelo celular, e você vem com toda a grosseria e quer saber com quem estou conversando, ou como disse, com quem estou perdendo meu tempo. Deu vontade de dizer que era você a perda de tempo da minha vida, mas me calei, sabia que por mais que fosse rude, não queria que eu fosse. Tinha certeza que o que eu ia fazer já iria te doer muito e que não precisava de mais dor, tanto pra você quanto pra mim. Me levantei e  você fez o mesmo porém me puxando pelo o braço para que eu olhasse pra você e não ignorasse o que ia me dizer. Escutei bem cada palavra, e diante de você, encarando seus olhos, esses lábios que hoje soltam coisas tão grosseiras, vi que meu tempo foi gasto em vão. Eu amei você de uma forma que eu acho que ninguém mais vai amar, mas chegou ao limite, não dá pra continuar aceitando suas crises como se elas fossem normais.

Eu não disse nada, nenhuma palavra saia naquele momento e deixei você ser aquele sapo da história da princesa que você sempre foi. Mas eu te olhava atenta e me despedia de você em silêncio, não queria despedidas, mas eu queria ir. E como quem deixa pra trás alguém que não merece o que recebeu do outro, me soltei de você olhando profundamente nos seus olhos e não chorando como sempre. Quando percebeu que nada diria, caiu na real que eu não estava mais nem disposta a brigar por esse relacionamento e que era o fim que havia chegado, aquele fim que eu adiei por tanto tempo, por ainda acreditar que você tinha jeito, que nosso amor tinha uma saída. Hoje a saída que vejo é sair o mais rápido possível do seu lado. Começou a chorar me vendo recolher minha bolsa e celular, deixando uma mensagem para minhas amigas dizendo que logo eu responderia e que estava terminando de resolver um problema. Viu o que se tornou pra mim? Um problema, que pouco me importa resolver. Deixou a braveza de lado e abaixou os ombros, encostando-se na cômoda que estava atrás, apoiando-se nela para aguentar a dor que sentia, parecia que haviam te colocado debaixo de um chuveiro e que água fria caia sobre você, saiu daquele transe de ciúmes excessivos e entendeu que eu, não iria voltar quando passasse por aquela porta.

“ Não faz isso.”

Murmurou e eu não me importei em responder. Mas não ia sair dali te deixando atordoado, porque te conhecendo bem sabia que poderia muito bem entrar no carro desesperado e acabar cometendo uma burrice. Preferi te manter calmo, para que no dia seguinte te confirmasse que chegamos ao fim da linha. Acariciei seu rosto e guardei na mente a textura da sua pele, e fui saindo dali logo após de depositar um beijo de proteção em sua testa. Não quero que pense que não vai haver mais alguém pra você, vai sim, claro que vai. Só não sei por quanto tempo ela vai aguentar caso se depare com o mesmo que eu deparei. Duvido que te ame tanto ao ponto de tentar sempre mais uma vez. Você era o melhor dos homens,mais deixou que esse ciúme que nunca trouxe nada de bom, tomasse conta do nosso relacionamento e independente do que eu fizesse você nunca ficava em paz.

“ Eu não mereço isso.”

Sussurrei do outro lado da porta enquanto me encostava na parede e deixava o choro acontecer. Chegamos a esse ponto, por você não fazer sua parte, meu coração estava leve sei que fui até onde deu, mas que amanhã você saberia que não daria um passo a mais com você. Se cuida rapaz, não comente tolice depois que já me perdeu, qualquer ato seu não vai me comover.


Gostou do texto? Deixe seu comentário!



Fiquem com Deus e até mais!

2 comentários:

  1. É Thayná,bem diz aquela frase "a gente só dá valor quando perde",mas aí não te mais jeito.Quantas pessoas vivem um relacionamento abusivo e adiam a saída,até que uma tragédia acontece e não se pode voltar atrás?!!
    Espero que muitas pessoas possam ver seu texto e entendam que o amor não justifica sofrer por quem não te valoriza e possam dizer Adeus.
    Muito bom mesmo <3
    Beijos ^.^

    ResponderExcluir
  2. Mulher, que isso? Palavras incríveis, escreveste muito bem.
    Eu amei <3
    Beijo!

    ResponderExcluir

Obrigada por ler o post, espero que tenha gostado. Deixe o link do seu blog para retribuir a visita.Venha mais vezes por aqui, vai ser um prazer ter você como leitor(a).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


Sonhos na bolsa © 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayná Soares.
Desenvolvido por:
imagem-logo