Image Map

12/04/2016

A vida se compara a um trânsito caótico






A vida se equipara a um trânsito caótico, naqueles piores dias em que se você der ré perde o seu espaço na avenida. Quem nunca em meio a uma volta para casa não se viu ao ponto de puxar os cabelos de tanto nervosismo vendo, que havia tantos empecilhos no meio do caminho, carros, buzinas, congestionamentos, pessoas perambulando por todos os lados, alguns inconsequentes não se preocupando com a vida alheia. Me refiro ao trânsito nesse momento, não a vida. Mas acho que você já deve ter percebido que facilmente descrevendo um sem querer igualamos ao outro. Se tiver com um tempinho, te conto um pouco mais.


Sempre em nossa jornada vamos nos deparar com pessoas querendo tomar nosso espaço, disputando a mesma vaga de emprego que para o outro pode não ser tão importante mas que para você seria a condição para ter noites de sono tranquilas; alguns vão passar pela contramão para levarem vantagem e sem perceber que quando se passa na frente de alguém nem sempre é certeza de que pegará as melhores coisas que esse alguém estava para adquirir, mas sim, as piores coisas que ele poderia dar de encontro com elas. Está disponível para trazer para si problemas que não eram seus? Ou prefere esperar com calma a sua vez para passar, ver bem o caminho, e ir com segurança sabendo que o que vai te encontrar ali na frente nada mais é, do que coisas que eram para serem suas? A vida é feita de escolhas, que quando mal tomadas causam problemas irremediáveis os quais você se arrepende eternamente por ter preferido colocá-los na sua vida.

E àquelas pessoas que vivem buzinando em nossos ouvidos?

“Você deveria ir mais rápido, assim não chega a lugar algum!”

“Olha ali parece uma lesma, sinal de que não tem pressa para fazer nada!”

“ Presta atenção por onde anda! Quase bateu em mim, e se isso acontecesse você pagaria o conserto!”

Quem disse que ir com pressa te leva a algum lugar com segurança? Já deve ter ouvido aquele ditado: “A pressa é inimiga da perfeição.” Pois bem, quem vai sem se preparar, desatinado, desesperado e com uma fome de estar sempre à frente, quase nunca sai feliz no fim.  Vai deixando coisas pequenas mas que levam grande significado, vai abandonando família, amores, pequenos seres que dependiam daquela vida para viverem a sua... e vai tornando real um mar de lágrimas, lamentações, e pessoas que o amavam dizendo:

“ Ele não foi cauteloso.”

Está vendo como as coisas se contradizem? Como elas dificilmente tem o mesmo significado para todos? Antes de ir com sede ao pote saiba, que você precisa ser esperto para alcançar seus objetivos, mas ninguém realiza nada se não tiver saúde. Então no meio do caminho perceba se faz tudo como deve ser feito, para lá na frente poder desfrutar de suas conquistas com saúde e trazendo orgulho para você e para quem te ama.
Agora imagina, se todas as pessoas que colidissem em nós, tivessem a obrigação de pagar o conserto do estrago que fazem. Você cobraria quanto do seu ex, do seu amigo falso, daquele parente que te fez mal, ou daquela pessoa que você achou que era um mar de rosas mas se mostrou o maior espinho de uma das rosas? Em dinheiro, tinha como ressarcir  o mal que elas te fizeram? Olhando pela minha vida, em dinheiro não. Mas sinceramente agradeço a cada uma delas porque me mostraram que decepção não mata ninguém se ela for usada em prol do nosso bem, nos tornando assim pessoas mais fortes. Dói, mas passa. E o que fica, é o que você abstrai dessa situação.

Eu e você temos vontades, desejos, pressa, ansiedade, momentos ruins, e pessoas que vem vão deixando uma saudade que o tempo não apaga, ameniza. Temos sonhos, compromissos, decisões importantes a serem tomadas, e obrigações maiores que as pessoas pensam. Mas como no trânsito, vá com cuidado. Independente de quem vai com mais cautela, ou quem vai com mais pressa, todos chegamos lá. O que difere é a forma como chegamos. Seja a pessoa que vai chegar inteiro, com garra, com a respiração normal, e que vai na linha de chegada servir como exemplo para os outros que vem logo atrás.

Seja o melhor que você pode ser, dentro dos seus limites e sendo quem é. Não olhe exemplos ruins, seja um bom exemplo a ser admirado. Pensa naquela pessoa que quando se olhar no espelho vai sentir orgulho do reflexo que vai ver. Pensa em você.


E você, me diz o que achou do texto. Estou esperando sua opinião.

Deixem seus comentários.



Fiquem com Deus e até mais!
 

10 comentários:

  1. Uau excelente texto arrasa sempre ♥

    ResponderExcluir
  2. Ai Thayná,eu amei esse texto,pois é bem assim que banda toca,um trânsito irreversível que não para nunca,e não podemos andar na contramão ou seremos atropelados.O pior de tudo isso é esperar que tenham uma palavra amiga e na verdade só buzinam frases distorcidas e contraditórias.Mas,como no trânsito,a vida vai fluindo e vamos chegando ao nosso destino.
    Achei essa ideia da comparação incrível,super combinou :D
    Beijos ^.^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jenny, acho que você sempre interpreta meus textos melhor do que eu mesma hahaha, amo seus comentários de uma forma! *-*

      Mas é nesse contexto mesmo,às vezes queremos do outro uma paz que não está dentro de nós, e ao invés de recebermos isso, apenas temos mais reclamações e lamentações. Chato né? Mas é coisa da humanidade mesmo, basta aprendermos a lidar com isso.

      Grande beijo!

      Excluir
  3. Dose de realidade, literalmente.
    Belo texto!

    Beijos <3

    ResponderExcluir
  4. Ótimo texto ! Muito interessante sua comparação, de fato a vida é como o trânsito, precisamos saber o momento certo de acelerar, freiar, respeitar a vez do outro, ficar calmo quanto acontece uma batida inesperada, se recuperar se essa batida machucar. Enfim .. Amei ! Parabéns !
    Beijos <3
    http://ideias-alternativas1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poliana, super isso. Acho que comparar a vida com o trânsito trouxe para todos que leram o texto a mesma reflexão e entendimento. E eu fiquei muito feliz com isso, por ter conseguido passar bem a mensagem.

      Obrigada pela visita e pelo comentário.

      Beijos!

      Excluir
  5. Amei o seu texto, tirei uma grande reflexão de vida e concordo com você.
    Nossa vida é um trânsito caótico; com surpresas no caminho, desastres alheias, estresse, às vezes alegria outras vezes tristeza, etc.
    Sem contar as pessoas que aparecem que na maioria das vezes vêm para decepcionar, mas o bom é que aprendemos mais sobre a vida e amadurecemos com relação as pessoas e a nossa vida.
    Beijos. ♥

    Diário da Lady

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cada situação, cada pessoa deixa um legado em nossa vida, sempre tendo o que acrescentar e nos fazer aprender.

      Muito obrigada pela sua visita e o seu comentário.

      Grande beijo!

      Excluir

Obrigada por ler o post, espero que tenha gostado. Deixe o link do seu blog para retribuir a visita.Venha mais vezes por aqui, vai ser um prazer ter você como leitor(a).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


Sonhos na bolsa © 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayná Soares.
Desenvolvido por:
imagem-logo