Image Map

07/12/2015

Será amor ou amizade?



Se for infantilidade, peço que amadureça. São anos de amizade e não estou gostando de fazer parte das suas diversões e confusões. Já desabafei com todos que conhecia e até com quem nunca havia visto na vida, porque sei que minhas amigas e minha família já não suportam minhas reclamações e haviam tantas ainda para serem contadas que eu conversei com pessoas aleatórias que eu vi na rua e fiquei sabendo que eu não era a única que tinha dentro do peito um coração confuso.
São numerosas as pessoas que sofrem do mal do que não é claro e resolvido e também descobri que nenhuma delas encontrou a solução. Porque geralmente os que nos bagunçam assim, sempre vão embora antes de arrumar e nunca nos dizem onde deve ficar cada parte, para tudo estar no lugar e fazer sentido de novo.

Já não me restam papéis e nem canetas, já fiz questão de esgotar com tudo, menos com a minha vontade de ver você. Ai, como eu sou burra! Por ser tão decidida no que não precisa de decisão e ser tão passiva com o que precisa de ação. Eu queria poder desatar os nós e jogar as lembranças fora, não pensar no beijo que me deu e logo após disse:

“Desculpa, foi impulso. Nós somos amigos e isso não deve se repetir.”

Por mim teria reprise sim, todos os dias e que mal haveria se nossa amizade evoluísse um pouco? Não existe lei que diz que isso não pode acontecer. A não ser que seja a sua lei, não se apaixonar por mim.

Mas que saber, tudo bem. Isso vai parar de fazer sentido algum dia... pelo menos eu espero que sim. Eu estou escrevendo essa carta pra você, bem a moda antiga mesmo, porque eu quero que meus sentimentos fiquem acessíveis, e que você possa pegar essa carta e comparar com a próxima que eu vou te escrever daqui a algum tempo, dizendo que eu te esqueci. Aí, você vai ver que eu não estou mais tão mal como agora e que você não precisa se sentir culpado por ter ido morar em outro lugar, mas deixar sua saudade aqui.

Mas te deixo uma pergunta: O que será amanhã quando você se lembrar de mim? Amor ou amizade?

Esteja bem e com o coração leve.

Com todo o amor que você merece, mas prefere não ter...
 Sua amiga apaixonada.
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------

-E aí, seu João, acha que ele vai entender essa carta?

-Tem muito sentimento menina, até que eu que estou por fora da história sei que você foi sincera – disse o porteiro do meu prédio, que escutava atentamente cada frase que eu escrevi.

- Eu vou enviar a carta, depois a gente conversa mais.

-Menina?  É amor ou amizade, o que você sente por esse rapaz?

- É amor e amizade seu João! Só que apenas da minha parte.
 --------------------------------------------------------------------------------------------------------------

E você? Já teve aquele amor, onde só havia sentimento da sua parte?
Se você hoje escrevesse para essa pessoa que amou mas não correspondeu, quais palavras diria?

Deixa sua opinião aí nós comentários!

Obrigada por ter lido a crônica.

Beijos, fiquem com Deus e até mais.

Siga no Instagram

12 comentários:

  1. Caramba, Thay, conseguiu expressar perfeitamente bem o sentimento de quem não sabe se a outra pessoa está sentindo o mesmo. Nunca passei por isso de amor ou amizade, mas a crônica também se encaixa em "evoluirá pra algo sério ou é só curtição?".
    Amei, parabéns!

    http://mechamadebella.blogspot.com.br/2015/12/mudei-o-nome-do-blog.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bella!
      Verdade serve bem nessa hipótese também hahaha.
      Muito obrigada pela visita.
      Beijos!

      Excluir
  2. Uau. Enquanto eu ia lendo a carta, me lembrei de um livro da Bruna Vieira que li recentemente (De Volta aos Quinze). E não consegui deixar de me sentir tocada pela carta. Acho que todas nós já passamos por algo parecido. Acho que, no meu caso, foi como aquele tirinha de facebook:
    "Ela tem uma queda por ele.
    Ele tem um precipício.
    Nenhum dos dois fala nada."
    E, quando um descobre o que o outro sente, este outro já deixou de sentir. Exatamente assim que aconteceu comigo. Nunca tive coragem para me declarar nem para uma pedra, que seja! E talvez nunca vou ter. Talvez devêssemos ter bolinhas de cristal para entender o que nem sempre é entendido. Mas, fazer o quê?
    Depois de um tempo, sumiu.


    beijos,
    www.nerd-absoluta.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sarah!
      É muito complicado quando não conseguimos expor o que sentimos. Mas como não temos bolas de cristal como você disse hahaha, talvez o melhor seja aprender a falar do que sentimos, ou pelo menos tentar.
      Muito obrigada pela visita.
      Beijos!

      Excluir
  3. eu nunca amei alguém mas já me senti confusa diversas vezes com alguém! beijos!

    www.sempremorenaantenada.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bruna!
      Isso sempre acontece né?
      Obrigada pela visita.
      Beijos!

      Excluir
  4. Uau! Adorei o texto, achei super expressivo. Acho que nunca passei por algo do tipo mais achei tão profundo rsrs.
    Beijo Lindona. amei seu blog.
    Deus abençoe

    Toda Menina
    Fanpage
    Instagram
    Twitter

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gih!
      Texto pra refletir mesmo né? Por mais que não tenha passado nos faz pensar.
      Obrigada pela visita.
      Beijos!

      Excluir
  5. Ameiii o post. Acho que todo mundo, homem e mulher já teve um amor assim. O que vale de verdade são as experiências e aprendizado né?!! Amei o blog e já estou seguindo. Beijosss

    www.vestidoetenis.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Pry!
      Verdade, acho que de qualquer situação da vida o que vale são as experiências e os aprendizados que adquirimos.
      Beijos e já estou te seguindo também, obrigada!

      Excluir
  6. Cada dia que passa as pessoas estão com mais informação e isso acaba atacando a alma. Aí surgem essas confusões.
    | Sorteio do livro Banksy |
    | FB Page A Bela, não a Fera|

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, concordo com você.
      Obrigada pela visita e pelo comentário!
      Beijos!

      Excluir

Obrigada por ler o post, espero que tenha gostado. Deixe o link do seu blog para retribuir a visita.Venha mais vezes por aqui, vai ser um prazer ter você como leitor(a).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


Sonhos na bolsa © 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayná Soares.
Desenvolvido por:
imagem-logo