Image Map

04/11/2015

Os poucos que amam de verdade




Ô coisinha complicada é o amor. Quando você ama não é correspondido, quando é correspondido você não ama, quando ama e recebe de volta esse amor encontra motivos só para atrapalhar, já nem sei se é o amor que já veio com as suas próprias complicações ou se somos nós que complicamos ele sozinho, com a nossa incrível habilidade de transformar aquilo que só era para ser bom, em algo ruim, que dói e deixa cicatrizes as vezes,incuráveis.


Parece que não estamos acostumados a algo tão bonito, o mundo é tão feio, tão grosseiro que quando vemos que está surgindo aquela sensação boa a gente logo se assusta e pensa que depois disso tem que dar algo errado. Mas não era pra ser assim. Se dá errado é porque fazemos dar, e não porque tinha que ser assim. Mas sempre fico pensando olhando pro nada e sentindo tudo, que deve ser maravilhoso você olhar para um certo rosto todos os dias e não se enjoar, ao contrário, a cada vez que você olha você agradece por ter a chance de admirar aquela pessoa ali na sua frente, ter a chance de ser quem vê aquele sorriso, aqueles olhos, aquela boca e se sentir grata por tudo isso.

Deve ser bom dormir todos os dias sabendo que seu coração está leve, está feliz e que ele está ligado a um outro com a mesma intensidade, nem mais nem menos, perfeitamente sincronizados, e ter a certeza que o desejo de ver essa pessoa todos os dias não é algo que assusta o outro porque afinal, a mesma ansiedade de amor que você tem ele também.

Temos em todos os cantos amores conturbados, descontrolados, desalinhados e desencontrados. Mas também temos aos poucos amores leves, verdadeiros, controlados e encaminhados. E é esse pouco que me faz acreditar que todos temos a chance de ter um assim também, ter o prazer de dizer que estamos apaixonados e não falar isso como se estivéssemos na ponta de um abismo, e que Deus me ajude a encontrar um assim, e que eu esteja preparada para perceber que esse sentimento merece toda a minha atenção e dedicação. E não posso me esquecer, de que quando isso acontecer eu quero ter a mesma gratidão que eu  já disse aí em cima, por ter sido tão sortuda por fazer parte dos poucos que amam de verdade. E você, também tem o sonho de ter o prazer de amar assim?

8 comentários:

  1. O amor anda cada vez mais escasso hoje em dia, mas não podemos pperdera esperança nele nunca. Lindo texto!

    http://www.bilhetedagarrafa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário, que bom que gostou, e sim o amor está cada vez mais escasso, mas nunca podemos perder as esperanças nele. Beijos.

      Excluir
  2. Ótimo texto! Agora, fica a pergunta: você já amou, Thayná??

    ResponderExcluir
  3. Nossa, ótima pergunta. A resposta é não, ainda não amei de verdade, como eu disse espero que algum dia aconteça e eu não deixe isso passar. Obrigada pela visita e pela pergunta, adorei hahaha. Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Fiquei com o seu texto aberto um maior tempão! Fiquei pensando no que comentar...
    É dificil sabe? Um amor leve, sensível. E às vezes pode ser sem graça. Bom mesmo é o descontrole, mas na medida certa... Amar e não ser amado na mesma intensidade é triste.

    Bjo, ótimo texto pra variar!!

    www.chadefirulas.com.br

    ResponderExcluir
  5. Oi Laís, obrigada pelo comentário, adorei sua opinião sobre o texto. Beijos!

    ResponderExcluir
  6. oi linda
    é amo é um sentimento hj em dia banal pra maioria das pessoas,todo mundo agora só pensa em se dar bem as custas dos outros,mais eu ainda sou daquelas que pensa que ainda existe gente que pode amar e respeitar uns aos outros. =)
    sucesso com seu blog
    bjos
    www.bonequinhaadeluxoo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Patrícia! Concordo com você e acredito no mesmo, ainda existe sim, pessoas que podem amar de verdade. Beijos.

      Excluir

Obrigada por ler o post, espero que tenha gostado. Deixe o link do seu blog para retribuir a visita.Venha mais vezes por aqui, vai ser um prazer ter você como leitor(a).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


Sonhos na bolsa © 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayná Soares.
Desenvolvido por:
imagem-logo