Image Map

14/10/2015

Você aceita, ficar comigo?




Eu sempre fui muito curiosa, com sede de mundo e vontade de tudo que há de bom. Sempre procurei muito e achei pouco, mas são dessas contradições que sou feita e sempre quis encontrar alguém que as entendesse, aceitasse e amasse.
Mas foi quando parei de procurar uma coisa em especifica, foi que ela apareceu, nessa luta incansável de encontrar o que fizesse meu coração acelerar, foi que eu encontrei, no ambiente que se eu pudesse transformava em casa, em meio a livros eu vi uma feição que eu ainda não havia construído na minha mente seguindo as características citadas em meio a trechos de historias, eu vi você. E olha que pela primeira vez  meu coração acelerou e não quis voltar ao ritmo, acredito que era ele me avisando pra prestar bastante atenção em você, porque ali ia ter coisa.

E olha que eu prestei, prestei tanto que quando me dei conta você sorria me olhando fixamente e senti minhas bochechas esquentarem, imagino que tenha pensado: que louca é essa que não tira os olhos de mim? hahaha. Eu pensaria a mesma coisa, mas ao invés disse eu preferi criar coragem, te olhar de novo, e pedi um pouquinho para que você ainda estivesse me olhando e você estava. E falando nisso que olhos lindos você tem, queria eu ser menos medrosa e dizer isso na sua frente, vai que eu recebo um elogio de volta não é?

 Você se aproximou com a desculpa mais esfarrapada de toda a vida:  você vem sempre por aqui? Que forma de puxar assunto mais escrota, mas porque eu não pensei isso? Ah, deve ser porque até se você  puxasse assunto me perguntando se eu gostava de paçoca eu iria achar lindo, não importava como fosse, só queria que conversasse comigo,com um sotaque que eu nunca escutei na vida, talvez já tenha escutado mas nunca tive tanta vontade de prestar atenção como agora. E eu te respondi que sim, e você me indicou um livro, o papo foi fluindo, e as coisas foram acontecendo, meu coração voltou a bater normalmente, eu já não estava mais eufórica como antes, estava encantada, completamente encantada e calma apenas vendo você conversar e reparando cada detalhe seu e me perguntando como alguém assim não havia cruzado meu caminho antes.

“ A gente se vê por aí”, foi o que você disse, eu concordei sentindo um calafrio bom percorrer meu corpo, eu iria te ver de novo e isso era motivo para comemoração, mas contive meus impulsos de dançar ali mesmo no meio da rua e apenas esfreguei as mãos consertei a mochila nas costas e acalmei meus pensamentos. Eu sempre amei os livros, eles sempre me levaram para um mundinho extremamente mágico e maravilhoso, eu conheci lugares, pessoas, amores e tudo isso sem sair do lugar, mas eu nunca pensei que fosse os livros que iriam me apresentar o amor na realidade, sabe? Quando eu te vi ali naquela biblioteca eu senti meu coração acelerar e uma vontade enorme de escrever o meu próprio romance, te convido a entrar nessa aventura comigo e me ajudar a desenvolver esse conto. Você aceita, fazer parte da historia mais linda já contada em todos os tempos? Ou melhor, você aceita... ficar comigo?

4 comentários:

  1. Você escreve extremamente bem, sério! Já até devo ter dito isso.
    Espero que mais gente possa ler isso e que seu blog cresça, porque talento você tem!!

    Mil beijos
    www.raaymilhomem.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que linda você, obrigada pelos elogios, e também te desejo tudo de bom com seu blog. Beijos.

      Excluir
  2. MEU DEUS, sério, você é super talentosa, escreve como ninguém, escreve com a alma. Amei o seu texto, e eu não vou mais desgrudar do seu blog. Se um dia você quiser escrever um livro, já tem uma leitora número 1. O garoto do texto é sortudo. Um beijo.
    nosmesmas76.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que lindo seu comentário, você não imagina como eu tô feliz de ler isso. E olha que eu escrevo mesmo hein hahahaha. Beijos, e venha sempre por aqui, não desgrude mesmo.

      Excluir

Obrigada por ler o post, espero que tenha gostado. Deixe o link do seu blog para retribuir a visita.Venha mais vezes por aqui, vai ser um prazer ter você como leitor(a).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


Sonhos na bolsa © 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayná Soares.
Desenvolvido por:
imagem-logo