Image Map

27/10/2015

A gente se vê... no futuro

E se fosse em outros tempos eu te receberia de braços abertos, coração quente, com aquele frio na espinha, e com muita vontade de te ter aqui. Mas como estamos falando do presente, eu te desejo boa sorte, que você consiga realizar seus sonhos e seja feliz. Se você olhar bem eu continuo desejando o mesmo pra você, a única diferença é que agora já não é de mim que parte essa vontade de te dar todo o amor do mundo. É que eu congelei um pouco, cancelei alguns sentimento e me fechei para algumas coisas, esqueci outras também, e sem querer, você estava nessa lista.


Você não tem culpa disso, mas sabe quando a gente precisa seguir em frente e por consequência precisamos descartar algumas coisas que fazem parte de um pedaço da nossa vida que estamos querendo deixar pra traz? Você por infelicidade minha e sua, estava nessa parte que eu preciso esquecer. Foram tantas decepções e momentos ruins que de alguma forma sua presença me faz voltar em cada instante que eu necessito não lembrar. Você sempre foi o meu melhor amigo, meu companheiro de bagunça, meu comparsa de confusões e meu protetor das maldades do mundo. Crescemos juntos, estudamos perto um do outro, conhecemos a vida juntos e por coincidência descobrimos o amor juntos, mas precisamente um no outro. O que nasce na verdade a gente nunca esquece, e você disso tudo foi o mais verdadeiro possível.

Eu estou cheia de confusões e parafusos para serem colocados no lugar, e talvez não entenda agora toda essa minha vontade de desapegar de você, mas um dia com mais calma e com os pontos colocados nos “ i ” eu te contarei tudo. Eu vou manter a sua risada como o meu barulhinho preferido e continuar acreditando que o seu beijo na testa soa tipo “ tô cuidando de você”  e que sua mão na minha encaixa melhor que qualquer quebra cabeça. Não me esquece não, não me apaga, não me desfaz das suas lembranças, nem me ame menos amanha. Continue aí e deixa eu continuar visível em você, no seu olhar, nas batidas do seu coração, nos seus planos, em tudo. Não se desencante dos meus beijos, e nem tenha outra como o seu amor, esse espaço é meu eu não quero perder.

Preciso que seja compreensivo comigo, até bom que já vai treinando pra quando a gente se casar, você já vai saber bem como eu sou, e como lidar com esses meus momentos, só que quando isso acontecer no futuro, se acontecer, não me deixa agir como eu estou agindo agora. Mas como eu já disse, eu preciso desse meu tempo. Eu te amo! Só me deixa aqui isolada, não aparece, não me liga. Tenta entender meu motivos. Se eu te olhar e te amar mais uma vez, eu não vou ter sequer um indício de coragem de ir embora. E eu preciso ir, é por um tempo curto, eu prometo. Quando você menos esperar eu vou voltar, bem melhor, com a mesma vontade de antes, de anos atrás, aquela mesma, de ser quem vai te dar todo o amor do mundo.

4 comentários:

  1. Respostas
    1. Oi Nadine, obrigada, fico feliz que tenha gostado. Beijos.

      Excluir
  2. É muitos sentimentos nas palavras. Cheguei a quase enumerar. A forma como você tenta transmitir esses sentimentos transborda até o leitor e acaba encantando. Achei muito lindo e emocionante. É uma viagem. :)
    http://aprovidenciablog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah que bom ler isso, Neto. Nossa, você sempre presente aqui no blog, muito obrigada mesmo. Beijos.

      Excluir

Obrigada por ler o post, espero que tenha gostado. Deixe o link do seu blog para retribuir a visita.Venha mais vezes por aqui, vai ser um prazer ter você como leitor(a).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


Sonhos na bolsa © 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayná Soares.
Desenvolvido por:
imagem-logo