Image Map

25/07/2015




-É engraçado de te ver assim, todo bobo.

- Eu estou apaixonado, é normal não é?

- Sim é normal. Acho que melhor do que ninguém posso dizer e entender como é estar perdidamente apaixonada.

- Eu já até disse “eu te amo”. Foi muito estranho pra mim sentir que essas eram as palavras que decifravam o que eu estava sentindo.

- Mas vocês namoram apenas a 5 meses, como assim você já disse eu te amo?


- Não começa de novo com o mesmo assunto. Eu sei que não fomos um casal que deu certo, mas isso já é passado. Eu to em outra e você também, pra que ficar apertando a mesma tecla todas as vezes que nos encontramos por aí?

- Não é apertando a mesma tecla mas pensa bem, eu tenho que ficar surpresa. Nós namoramos por mais de 3 anos, e você nunca me disse eu te amo.

- Entenda, amor não se mede por tempo mas sim pela intensidade. Já pensou dizer isso  se eu realmente não amasse a pessoa? Você preferia que eu tivesse mentido pra você? Você sempre me pediu para ser sincero, não me julgue agora.

- Nossa, essa foi uma indireta foi?

- Não foi uma direta, porque no caso nós estamos na frente um do outro tendo uma conversa esclarecedora, seria uma indireta se eu tivesse mandado por uma rede social, o que não é o nosso caso.

- Você sempre sendo engraçado e irônico. Eu ainda gosto disso.

- Você já está namorando outra vez, eu fiquei sabendo.

- Sim.

(Silêncio)

- Talvez eu tivesse gostado.

- O que?

- Você perguntou se eu preferia que tivesse mentido pra mim, e minha resposta é que talvez sim, eu preferisse.

- Como assim, você está louca?

- Eu não estou louca, é que eu preferia que tivesse me deixado pelo menos um “eu te amo” antes de terminar tudo, mesmo que não fosse verdadeiro, só pra eu pensar que talvez eu não tivesse perdido tanto anos da minha vida, amando quem não me amou de volta.
- Eu não sabia que tinha te feito tanto mal.

- Agora já sabe. E na boa se disse isso pra ela vê se faz direito agora, não é porque você terminou comigo que eu desejo que todos os seus relacionamentos deem errado. Ninguém merece passar anos no vazio como eu passei.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por ler o post, espero que tenha gostado. Deixe o link do seu blog para retribuir a visita.Venha mais vezes por aqui, vai ser um prazer ter você como leitor(a).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


Sonhos na bolsa © 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayná Soares.
Desenvolvido por:
imagem-logo