Image Map

01/06/2015

Você não é culpado, mas eu te culpo.


Você não é o culpado por nada, você não é culpado por eu me apaixonar, você não me pediu isso, mas eu me candidatei ao posto, você não é culpado por me fazer sentir, mas é culpado por ficar ao meu lado, quando eu já te pedi inúmeras vezes pra ir embora pra sempre porque me machuca, porque eu preciso me recuperar, mas eu não posso fazer se você continuar ao alcance dos meus olhos, eu não te culpo por muitas coisas, mas eu te culpo, por você estar aonde eu sempre quis que estivesse, por ser do jeito que eu sempre quis que fosse, por ser você.


Hey! Por favor, não tente manter uma coisa que só manteria por pena, eu sei que é um sentimento, mas esse eu não quero, esse eu não preciso, não tente manter uma coisa que me sacrificaria a permanecer no mesmo lugar, na mesma distancia, no mesmo estado de confusão. Você mora na casa ao lado mas a saudade permanece aqui comigo, ela não vai quando você se vai, ela não te segue, ela me pertence, mas você não, você não pertence a ninguém, você não se prende, você só condena, você me condena a ficar numa prisão, e eu sei que não terei nunca direito a liberdade.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por ler o post, espero que tenha gostado. Deixe o link do seu blog para retribuir a visita.Venha mais vezes por aqui, vai ser um prazer ter você como leitor(a).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


Sonhos na bolsa © 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayná Soares.
Desenvolvido por:
imagem-logo