Image Map

04/06/2015

Deixa eu pensar assim?



Eu vou em uma viagem pro lugar que eu quiser, decido ir num café e me sento na mesma mais distante e com fone e um livro eu vivo ali. Você chega, aquele cara que tem um charme que só pelo perfume que deixa no ambiente já desperta pensamentos diversos. E me vê, como uma criança que se perdeu de sua mãe, sentada perdida em mim mesma, me iludindo mais um pouco com um texto bem romântico.

Você se aproxima e todas sentem inveja de mim, eu a estranha atraí a atenção do cara mais lindo do mundo. Pede licença se senta e eu me desligo do mundo quando encaro seus olhos, que olhos.

01/06/2015

Você não é culpado, mas eu te culpo.


Você não é o culpado por nada, você não é culpado por eu me apaixonar, você não me pediu isso, mas eu me candidatei ao posto, você não é culpado por me fazer sentir, mas é culpado por ficar ao meu lado, quando eu já te pedi inúmeras vezes pra ir embora pra sempre porque me machuca, porque eu preciso me recuperar, mas eu não posso fazer se você continuar ao alcance dos meus olhos, eu não te culpo por muitas coisas, mas eu te culpo, por você estar aonde eu sempre quis que estivesse, por ser do jeito que eu sempre quis que fosse, por ser você.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


Sonhos na bolsa © 2015-2016. Todos os direitos reservados.
Criado por: Thayná Soares.
Desenvolvido por:
imagem-logo